25/07/2009

Quando a Gripe A está na porta ao lado


Quando contactamos de perto com um caso de Gripe A é-nos complicado separar certas coisas, principalmente quando se trata de uma criança de 5 anos.
Foi difícil vê-la e não poder abraça-la, quando olhava para mim com aquele olhar que dizia "tudo o que eu queria agora é um abracinho teu!!". Depois de passar aquela revolta inicial, começa uma tristeza que nem dá para explicar, ver aquele 'piolhinho' a pelo menos dois metros e com aquela mascara que lhe ocupa toda a carinha e só se vê olhar triste... é muito difícil.
Às tantas, farta de estar isolada, com três mascaras diferentes na mão perguntava à mãe "se eu colocar estas mascaras todas já posso ir ter com a V.?"
Quando começo a reflectir sobre toda esta situação....nem sei...o que me apetecia fazer...

2 comentários:

stiletto disse...

É sempre difícil ver uma criança doente.

Sandy disse...

E já está melhor? é trsite ver uma criança doente..